domingo, 18 de abril de 2010

Ação e reação

 O garoto sorria. Sorria de uma maneira espontânea, sutil, verdadeira. Pela primeira vez desde aquilo, ele não se sentia tão feliz.
Toda ação tem uma reação. O garoto aprendeu que isto se aplica a qualquer coisa. E aprendeu que sem ação também não há reação. E agora, arrapende-se por não ter tomado ação quando devia, seja no metrô, ou na lanchonete vazia, ele apenas pousou a cabeça sobre a mesa e alí ficou, premeditando o óbvio.
 O garoto pensava em tomar a ação, ao mesmo tempo que pensava que ela seria tomada. No fim, a ação não foi tomada, e a vontade predominou. O garoto pensou mil coisas, ao fim que por eternos cinco minutos voltava a fossa em que se encontarava antes. Cocou os fones, entrou no trem, sentou-se. O pensamento naquele instante se assemelhava a uma lista de reprodução, imagens passavam, músicas tocavam e ele apenas assistia, calado. Afinal, Ele não tomou a ação, por ser medroso, e por ser tão medroso, ficou com medo de entrar em casa, entrar no MSN e conversar, por ter sido tão cara de pau.

Então, ele aprendeu sobre como toda ação causa uma reação na íntegra. Tirou o celular do bolso e leu a mensagem. Sua reação foi de felicidade extrema, e exatamente as 21:21 daquele dia, ele abriu o maior sorriso da vida dele, sem exageros, acréscimos ou gêneros. Ficou alí, no banco de plástico sorrindo. Em seguida, sua vontade foi pular do trem e voltar para a a catraca, mas se conteu. Se essa era a vontade de ambos, independente de tempo acontecerá. Voltou para a casa em paz, pensando. Não dormiu, pensando. Mal comeu, pensando. E espera, pensando.

2 comentários:

Letícia disse...

A gente num pode esquecer que até a não tomada da ação provoca uma reação...

Como já diria Sartre:
"Ainda que fôssemos surdos e mudos como uma pedra, nossa própria passividade seria uma forma de ação."

Adorei!

Maycon Aguiar disse...

Apesar de a ação não ter sido imediatamente tomada, a vontade surgiu. Há maior impulso do que ela? Apesar do tempo que leve ela prevalecerá e encurtará o caminho para ambos, aproximando-os.

Saudades suas. ^^

Abraço!