domingo, 25 de maio de 2008

Quem sabe..

Algumas coisas acontecem nos piores dias de sol do ano. ou quem sabe, nos dias que precisam ser ruins.

Ele me liga, todo feliz e radiante: comprei um carro! vamos dar uma volta?
Não, obrigado.
Noticia-se uma notícia sobre um acidente entre um carro e um caminhão, no qual o motorista morreu.


Legal, né? algumas coisas acontecem nos piores dias que podemos imaginar. e pracabá com a festa feliz: Geeentchy! Tô com azia!



Pior que isso é aguentar sua irmã dizendo sobre o ciclo menstrual, ou sua mãe dizendo que é a favor do aborto, ou dizer que homossexualsmo é falta de apanhar quando pequeno. cada coisa..



Outro dia, estava indo pegar o metrô, quando passo numa rua ao lado da estação e vejo uma cena bizarra: Uma moça, mãe de família tendo um ADP na rua, porque o Edu Guedes passou e ela não se jogou an frente do carro pra ele socorre-la. pode um bissurdo desses ?




Mas também existe a parte feliz do dia das pessoas, contagem regressiva pra mudança, morar sem os pais deve ser legal, fora que sair de um lugar aonde vc tem que tirar o leite da vaca de manhã é um alívio, não aguento mais o fedô daquelas vaquinhas (Sem ofenças a Mimosa e a Maiada)
Mudança é uma coisa feliz, vc conhece gente nova, lugares novos e afins.. vizinhos que reclamam do som alto também. :D

"Eu, eu mesmo, meu celular e meu travesseiro."

Foi?

Como uma pessoa consegue viver sem escrever alguma coisa?

complicado e um pouco difícil, eu acho.
Histórias do cotidiano são legais, merecem ser contadas (:

Começando aqui, um novo pedaço de mim.


"Entediado, com minha caneta sem tinta.."